Estaca Zero

 

Eu sou um merda.

Não tem maneira mais apropriada de começar esse texto do que enfatizando que eu sou um merda. Vamos lá…

Uma hora ou outra a gente acaba tendo que enfrentar nossos demônios pessoais. Eu recebi muitas mensagens com perguntas sobre o que tinha acontecido com o Improbabilidade e, na maioria das vezes, ignorei porque era triste demais responder.

Numa bela manhã de quinta-feira…PLUFT! Meu bloguinho azul havia sido apagado. Acabou. Virou peido no vento e a culpa foi inteiramente minha. E mermão, você não sabe como é desesperador procurar culpados quando na verdade o erro está todo nas suas costas. Perdi o período de backup da hospedagem e acabei descobrindo da pior maneira que quando isso acontece, já era. Chorei um tico, conversei com o pessoal da GoDaddy, chorei mais um tico, fiquei um mês no vazio existencial e, passado todo esse luto…chorei mais um tiquinho. Aí sim comecei a reorganizar minhas ideias,

A primeira opção foi deixar pra lá. Fingir que nada aconteceu e seguir em frente. Mas cara, isso era mais triste do que aquele episódio em que o Ash deixa o Charizard para trás (inclusive, Ash Ketchum da cidade de Pallet, se você estiver lendo isso, você foi um ARROMBADO). Eu não conseguiria abandonar o blog definitivamente. Foram 10 anos da minha existência que passei escrevendo. Cada post era um registro de alguma fase da minha vida. Eu não consegui dar adeus.

(Viu, Ash? Seu SOCIOPATA)

A segunda opção era fazer aquelas mil gambiarras de importação, trazer os textos antigos sem edição, reorganizar de onde eu parei e essa chatice toda. Tem um copo na minha pia que eu to pra lavar tem 3 semanas, tu acha mesmo que eu vou organizar as coisas pra ficarem do jeito como elas eram? Mas nem por um caralho.

A solução final é essa aqui. Bem vindos ao Improbabilidade. Vai recomeçar do zero. Os textos antigos serão repostados aos poucos. Os que vocês mais pedirem, os que eu lembrar, etc. Afinal de contas, esse não é um blog comercial. É um pedaço da minha vida e eu nunca mais vou deixar mais de 80 textos sem serem publicados porque eu pensava “ain, a galera não vai gostar”. Se eu quisesse galera eu fazia um churrasco ao som de Arlindo Cruz.

Esse blog é para os poucos e bons: os que acompanham há anos e eu nunca vou me sentir bem sabendo que os decepcionei.  Vocês sabem quem vocês são, eu sei quem vocês são. Obrigado por estarem comigo até aqui.

Ao contrário daquele lixo humano do Ash. Nossa, como eu odeio o Ash.

 

vlcsnap-2013-03-10-13h22m44s67Olha esse cretino

 

E agora, pra finalizar o post de maneira GLORIOSA uma foto de uma FÊNIX para mostrar que esse blog renasce das cinzas com glamour e estilo.

 

chicken_png2145

popó!

 

PS.: vamos começar de maneira bacana. Qual post antigo vocês querem pra essa quarta feira? To pensando em uma resenha na sexta, um post clássico na quarta e um post novo nas segundas. Decidam aí nos comentários.